quarta-feira, 26 de abril de 2017

Vários detidos por suposta fraude fiscal no futebol no Reino Unido e França



Várias pessoas foram detidas nesta quarta-feira no Reino Unido e na França como parte de uma investigação de suposta fraude fiscal no futebol profissional, anunciou a agência tributária britânica (HMRC).
A imprensa britânica informou que a operação teve como alvos os clubes ingleses West Ham e Newcastle e que o presidente deste último, Lee Charnley, foi detido.
A Fazenda britânica afirma em um comunicado que "deteve várias pessoas que trabalhavam no futebol profissional por supostas fraudes de impostos".
O comunicado informa que os investigadores realizavam operações nos dois países e menciona em particular "locais no nordeste e sudeste da Inglaterra", sem detalhes sobre as cidades ou os clubes envolvidos.
O West Ham, que disputa a Premier League inglesa, é um clube de Londres (sudeste da Inglaterra). O Newcastle, que acaba de obter vaga na elite do futebol inglês após uma temporada na segunda divisão, fica no nordeste.
A HMRC informou a apreensão de "documentos de empresas e financeiros, assim como de computadores e telefones celulares".
Também indica que as autoridades francesas, que "ajudam" os investigadores britânicos, realizaram detenções e operações de busca em vários pontos da França".
Os dois clubes mencionados pela imprensa britânica não responderam até o momento os pedidos de comentários da AFP.

Barton é banido do futebol por 18 meses por envolver-se com apostas



O meio-campista inglês Joey Barton recebeu uma dura punição da FA (Football Association), a Federação que comanda o futebol inglês. O atleta teve seu nome ligado a uma série de apostas em partidas de futebol, atividade que é proibida para jogadores profissionais, e como sanção, foi banido por 18 meses, em que não poderá se relacionar ao esporte.
“Foi alegado que, entre 26 de março de 2006 e 13 de maio de 2016, Barton teve 1.260 aposta no resultado, progresso, conduta ou qualquer outro aspecto ou ocorrência em jogos de futebol ou competições, violando a regra E8 da FA. Após a audiência da Comissão Independente de Regulamentação, o meio-campista do Burnley também foi multado 30 mi libras e alertado sobre a sua conduta futura”, informa o comunicado da Federação, além de anunciar o tempo de gancho.
Em sua defesa, Barton publicou um texto em seu site oficial, em que admite ter quebrado regras da FA e que possui problemas com apostas que irá tratar em breve, no entanto, o atleta se queixou da punição recebida, considerada por ele muito severa.
“Estou muito desapontado com a severidade da sanção. A decisão efetivamente me força a uma aposentadoria precoce. Eu aceito que eu quebrei as regras governamentais para jogadores profissionais, mas eu sinto que a penalidade é mais pesada do que seria para outros jogadores menos controversos”, comentou Barton, hoje com 34 anos.
“Este episódio me fez realizar que, assim como eu tive que enfrentar a necessidade de obter ajuda para lidar com o problema com álcool e com a raiva, então agora eu preciso para obter ajuda para os meus problemas com o jogo, e assim farei”, completou.
Além de sua carreira nos gramados, Barton já se destacou pela personalidade forte, seja para desentendimentos durante as partidas ou para declarações polêmicas, como as que já fez nos últimos anos questionando a qualidade de Neymar.

Corinthians pede R$ 1 milhão por patrocínio em cada jogo final do Paulistão


 

Sem patrocínio máster desde 12 de abril, o Corinthians vai tentar faturar um extra com sua classificação para a final do Paulistão. No início desta semana, o presidente Roberto Andrade autorizou o departamento de marketing do clube a procurar empresas interessadas em fazer patrocínio pontual para os dois jogos contra a Ponte Preta.
A pedida: R$ 1 milhão por cada jogo. Em troca, a parceira tem o direito de estampar sua marca no peito da camisa alvinegra.
Os patrocínios pontuais eram proibidos no Corinthians nos últimos anos, porque o marketing alvinegro entende que eles desvalorizam a camisa. Preocupado com a possibilidade de não ter dinheiro para bancar os salários do próximo mês, Roberto Andrade contrariou a máxima e liberou a busca.
Caso consiga patrocínio para as duas finais, o Timão ficará próximo dos R$ 2,5 milhões mensais que recebia enquanto tinha contrato com a Caixa Econômica. O vínculo, que havia começado em dezembro de 2012, foi interrompido por falta de acordo há pouco mais de um mês: o clube queria R$ 30 milhões por mais um ano de contrato, enquanto a Caixa só topava bancar R$ 18 milhões até dezembro.
A crise financeira alvinegra tem a ver com os custos do departamento de futebol, cuja folha salarial supera os R$ 7 milhões, e com a queda de receitas. Além da perda do patrocínio, o Corinthians não tem as bilheterias, todas destinadas para o pagamento do financiamento da arena.

Lateral Romário vive a expectativa de jogar a primeira final com a camisa do Ceará

Texto: Maicon Climaco


A ótima campanha do Ceará, do jogador Romário, campeão da série B ano passado com o Atlético Goianiense, foi confirmada no último sábado (22), na Arena Castelão, quando o Vovô venceu a equipe do Guarani de Juazeiro pelo placar de 1 a 0, no terceiro confronto válido pela semifinal do Estadual. Com a vitória, o Mais Querido carimbou o passaporte para a final do Campeonato Cearense - decisão que o time não disputa desde 2014, quando levantou o caneco.

Com ótimas atuações pelo lado esquerdo do campo, o lateral Romário comenta sobre a fase que o time vive e do apoio do torcedor como fator motivacional.

- Fizemos uma campanha segura e incontestável, os números mostram isso. Fomos líderes na primeira fase do campeonato e chegamos fortes no mata-mata - onde saímos premiados com a vaga na final. Estamos criando uma identidade muito boa com o Castelão - fazendo bons jogos e deixando os torcedores contentes. Essa parceria com o nosso torcedor é fundamental, a atmosfera que eles criam no jogo nos motiva ainda mais para darmos sempre o nosso melhor, e vamos em busca disso nessa fase final, diz Romário.

O Vozão decide o torneio contra a equipe do Ferroviário, que eliminou o time do Fortaleza na outra semifinal. O jogo entre os clubes é conhecido como Clássico da Paz, um repeteco da final de 1998, onde o alvinegro sagrou-se tricampeão. Prestes a disputar a primeira decisão com a camisa do Ceará, o canhoto Romário fala sobre as expectativas para o duelo.

- A expectativa é que serão grandes jogos, o Ferroviário não chegou na final por acaso, eles possuem uma grande equipe, assim como a gente. Eles marcam muito bem e exploram bastante os contra-ataques, então creio que os duelos vão ser muito pegados. São jogos assim que os jogadores gostam de jogar, proporcionando um belo espetáculo para os torcedores, que com certeza sairão satisfeitos do estádio, analisa o atleta.

O jogo entre as duas equipes está marcado para o próximo domingo (30), às 16h, na Arena Castelão. A final do Campeonato também é disputada no sistema melhor de três jogos. Lembrando que com a classificação para a final o Ceará também conquistou vaga antecipada na Copa Nordeste 2018.

Após meta atingida no Campeonato Mineiro, Raul Cabral traça perfil do elenco e objetivos do Tombense na Série C



Em 2016, o Tombense escapou do rebaixamento no Campeonato Mineiro apenas na última rodada. Nesta temporada, o time de Tombos, sob o comando de Raul Cabral, teve bem menos dificuldade para atingir esse objetivo, pois sacramentou sua permanência na elite do estadual com duas rodadas de antecedência.
Por pouco, o Gavião não conquistou vaga nas semifinais do Mineiro. A derrota na última derrota em casa para o URT, quando atuou boa parte da partida com um jogador a menos, pesaram na desclassificação da equipe. “Fizemos, dentro do esperado, um bom Campeonato Mineiro. Vi um grupo comprometido. Na maioria dos jogos tivemos mais posse de bola que o adversário. Escapamos com antecedência do rebaixamento e poderíamos ter chegado às semifinais, mas demos brechas, principalmente nos jogos em casa. Faltou um equilíbrio maior na parte ofensiva e defensiva”, avaliou o técnico Raul Cabral.
Mesmo durante o estadual, Raul Cabral juntamente com membros da comissão técnica e da diretoria iniciariam o planejamento para a Série C. A estreia do Tombense será no próximo dia 13 de maio contra o Tupi. Com tempo para descansar e preparar a equipe, Raul Cabral explica o que está definido para este período. “Estamos aproveitando esse momento para uma pequena reformulação no elenco. Alguns jogadores mais jovens serão emprestados para ganharem rodagem e voltarem melhor ainda. Também iremos ao mercado contratar jogadores pontuais, mais experientes, que conhecem a competição e tem um perfil vencedor. Esses atletas darão um suporte importante aos remanescentes”, explicou o treinador.
No total, 20 equipes disputam a Série C. Raul Cabral acredita que se o planejamento for executado, o Tombense pode brigar por uma vaga na Série B de 2018. “Queremos fazer uma competição forte. Sabemos da dificuldade, porque ela é mais longa que o estadual. Precisamos iniciar bem a Série C para demonstrar logo que brigaremos pelo acesso. Estamos confiantes em atingir o grande objetivo do clube, que é o acesso”, concluiu.

Capitão do Joinville, Tinga agradece por ‘responsabilidade grande’ e projeta Série C


 
Para o Joinville, chega ao fim o Campeonato Catarinense. Mesmo sem conseguir uma vaga na final e ficar fora da disputa pelo título, há pontos positivos e o que se comemorar. É esse o pensamento de Tinga.
Capitão do time no último jogo do campeonato, o volante diz que principalmente a boa arrancada no segundo turno deve servir de parâmetro para o restante da temporada. Tinga, que retornou ao JEC justamente no returno do estadual, vê o grupo com qualidade. “Iremos agora trabalhar muito forte até o início da Série C. Procurar acertar os detalhes vendo onde precisamos melhorar como grupo e também individualmente. Queremos trazer de volta a alegria e o orgulho para o torcedor do JEC. Tem pouco tempo que cheguei, mas deu pra ver que o elenco tem qualidade, que o Joinville melhorou muito no segundo turno. Essas boas atuações com certeza nos motivam para o restante do ano”, afirmou.
Sobre a faixa de capitão, Tinga comemorou. Não escondeu, no entanto, que é uma responsabilidade grande em meio a um elenco com tantos líderes. “Fico muito feliz pela oportunidade. Todos sabem que tinha outras propostas, mas escolhi voltar. Agradeço ao professor Fabinho pela oportunidade e confiança. Sei que preciso melhorar, mas venho crescendo muito e creio que no fim do ano estaremos todos sorrindo com o objetivo principal conquistado. O JEC está muito bem servido de capitães. Eu tive a minha vez nesses últimos jogs, mas também têm outros atletas que tem esse perfil de liderança. É uma responsabilidade grande ser o capitão do Joinville. Por isso minha felicidade”, finalizou.
Com o fim do estadual, o foco de Tinga e seus companheiros de Joinville é agora o início da Série C do Brasileirão. A estreia é diante do Ypiranga, fora de casa, no dia 14 de maio.


Foto: Divulgação Joinville

Numa sequência de quatro clássicos Ba-Vi, Patric projeta período de decisões contra o maior rival



Bahia e Vitória terão uma incrível sequência de quatro confrontos consecutivos. Os dois primeiros serão pelas semifinais da Copa do Nordeste. Os outros dois valerão pela final do Campeonato Baiano.
Com passagens por clubes importantes do Brasil como Atlético Mineiro, Cruzeiro, Avaí, Coritiba, Ponte Preta e Sport, o lateral-direito titular do Vitória, Patric, nunca passou na sua trajetória profissional por essa curiosidade de ter tantos jogos consecutivos contra o maior rival. “Quis o destino que a gente tivesse essa sequência de clássicos pela frente. É algo que chama atenção e mostra a força das duas equipes. Serão jogos decisivos, de muita rivalidade e pressão. Mas estamos preparados para conseguir os nossos objetivos diante do Bahia”, declarou o camisa 29 rubro-negro.
Até então, Patric tem 12 partidas com a camisa do Vitória. Foram oito vitórias, três empates e somente uma derrota. Um dos sucessos do lateral-direito foi justamente num clássico diante do Bahia. “Espero que aquela partida que vencemos por 2×1 possa servir de inspiração para gente nessa sequência de partidas que teremos diante do Bahia. Nosso time amadureceu muito nos últimos meses e os resultados provam isso. Mas, sabemos que os números só serão valorizados se chegarmos aos títulos das competições e, para isso, teremos que passar pelo nosso maior rival”, concluiu Patric, um dos homens de confiança do técnico Argel Fucks.

Foto: Divulgação

domingo, 9 de abril de 2017

Corinthians ganha e esta na semi final


São Paulo se reforça para o Brasileiro

O São Paulo tem mais uma contratação acertada e prestes a ser anunciada, além de Marcinho, do São Bernardo. Trata-se de Morato, atacante do Ituano. O jogador chega por empréstimo até o fim do ano. Assim como Marcinho, ele será observado nesse período. Caso seja aprovado, poderá acertar um vínculo maior.

Inglês - Sunderland 0 x 3 Manchester United


Inglês - Manchester City 3 x ! Hull City


Inglês - Tottenham 4 x 0 Wattford


assista aos gols do empate entre Real Madrid e Atlético de Madrid


assista agora aos gols da vitória do Malaga sobre o Barcelona


terça-feira, 28 de março de 2017

Com recusa da Ponte, Santos deve manter jogo das quartas na Vila

A Ponte Preta frustrou os planos do Santos na última segunda-feira. Inicialmente, o Peixe tinha a ideia de realizar os dois jogos das quartas de final do Campeonato Paulista no Pacaembu. Porém, assim que saiu a notícia mostrando as intenções do alvinegro, a Macaca fez um post em sua conta oficial no Twitter e descartou abrir mão de atuar no Moisés Lucarelli, em Campinas.
Após a recusa do rival, a diretoria do Santos até cogitou a possibilidade de mandar apenas a partida com o seu mando no estádio paulistano. Porém, a tendência é que o duelo aconteça mesmo na Vila Belmiro.
Apesar de ainda não existir uma definição de datas para os confrontos, os dirigentes do Peixe acreditam que questões burocráticas dificultariam a chance do duelo acontecer no Pacaembu. Afinal, o clube ainda precisaria conseguir a aprovação da Federação Paulista de Futebol e também da Polícia Militar. Vale lembrar também que o Palmeiras, por conta da realização de shows em sua arena, já anunciou que mandará o segundo confronto com o Novorizontino, em 8 ou 9 de abril, no Pacaembu.
Ponte Preta vetou a possibilidade de jogar no Pacaembu (Foto: Reprodução Twitter)
Ponte Preta vetou a possibilidade de jogar no Pacaembu (Foto: Reprodução Twitter)
Com Santos e Ponte Preta já classificados para as quartas de final do Paulistão, resta apenas a confirmação de quem terminará a primeira fase na liderança do Grupo D. Os dois times chegam à última rodada com 19 pontos. A vantagem do Peixe, neste momento, está no número de vitórias: seis contra cinco.
Nesta quarta, o alvinegro recebe o Novorizontino, na Vila, enquanto que a Macaca pega o Palmeiras, em Campinas. Todos os jogos serão disputados às 21h45. Quem avançar em primeiro, terá a vantagem de decidir as quartas de final em casa. As equipes se enfrentam nos dois próximos finais de semana.